14 março 2018

{Coluna] Mulheres Empreendedoras




Gostaria que existisse dentro de si uma força capaz de mudar sua vida, basta que lute e aguarde um novo amanhecer"  ( Margaret Thacer)

Novos tempos

Em quase todos os países do mundo, os homens são mais propensos a participar de mercados de trabalho do que as mulheres. No entanto, essas diferenças de gênero nas taxas de participação têm reduzido substancialmente nas últimas décadas. O número de famílias chefiadas por mulheres mais que dobrou em uma década e meia. De acordo com estudo elaborado pelos demógrafos Suzana Cavenaghi e José Eustáquio Diniz Alves, coordenado pela Escola Nacional de Seguros, o contingente de lares em que elas tomam as principais decisões saltou de 14,1 milhões, em 2001, para 28,9 milhões, em 2015 — avanço de 105%. Segundo  pesquisas recentes o que podemos notar é que esta mais fácil encontrar mulheres tendo seus trabalhos reconhecidos. Há muito a ser feito, entretanto é uma vitória significativa para estas chefes de familia.





Empreendedora de sucesso

 Margaret Thacer ficaria orgulhosa em saber que na noite da segunda-feira (19.02.2018) às 19h no centro de negócios ominilife Fortaleza, várias mulheres se reuniram para celebrar este propósito . Mulheres que muitas vezes não acreditam no valor e na importância  que tem em sua vida  pessoal e na sociedade em que estão inseridas. Fui convidada pela querida Anastácia Sales (empresaria ominilife) para participar do evento Executivas de sucesso. Este, dedicado ao empreendedorismo feminino. Todos aguardavam ansiosos para ouvir a palestrante e empresária ominilife Fernanda Ribeiro; que tem em seu currículo passagem pela Companhia Vale do Rio Doce (CVRD). Na qual teve uma carreira de sucesso até decidir empreender. Hoje, possui o terceiro cheque mais alto do pais . Seu desempenho como empreendedora e principalmente seus resultados, foram explicados com maestria. E com um humor afiado Fernanda fez um discurso muitas vezes inspirador mas sempre pontuando que a mulher deve ter sua  individualidade e não medir esforços em busca de seus objetivos .




Não é uma data comercial

Comemoramos no mês de março o dia internacional da mulher. Para muitos o dia oito de março é apenas um dia para dar flores e fazer homenagens as mesmas. Porém, diferente de diversas outras datas comemorativas está não foi criada pelo comércio. Oficializada pela Organização das Nações Unidas em 1975 a data era celebrada muito antes desde o inicio  do século xx. E se hoje ela é lembrada como um pedido de igualdade de gênero com protestos ao redor do mundo no passado nasceu principalmente de raiz  trabalhista. Por isso ver mulheres erguendo-se e inspirando outras com resultados verdadeiros é louvável. O evento Executivas de sucesso não é só um encontro de mulheres olhando para o mesmo objetivo; é sim a capacidade feminina de insistir em um trabalho e continuar com ele quando todos já desistiram e foram embora. 








Design por Amanda
[ voltar para o topo ]