15 setembro 2016

[Entrevista] Ramon Pessoa

Não tem como não se emocionar com esse cara. Quando o vi palestrando fui literalmente as lágrimas!. E logo fiz o convite para um bate-papo, que ele gentilmente aceitou. O resultado desse encontro vocês podem  acompanhar a seguir.

(Bruaca) - Nos conte um pouco sobre você.


(Ramon) - Me chamo Ramon Pessoa, tenho trinta anos e sou administrador. Tenho duas M.B.A na área de Humanas. Iniciei minha carreira de Coach em 2008 trabalhando com então reconhecido hoje, Paulo vieira. Na época, sua empresa era consultoria de recrutamento e seleção, e, pouco tempo depois ele decidiu migrar oficialmente para Coach. Foi quando ele me fez outra proposta, seguir com ele este novo caminho e de pronto aceitei. Trabalhei com ele cinco anos. Um período que tenho muito orgulho, pois pude me prepara na área acadêmica e nas áreas de Desenvolvimento Humano. No momento tenho minha empresa R7 Coaching e sou criador do método 2.0.


(Bruaca) - Quando surgiu essa vontade de escrever?

(Ramon) - Uma amiga jornalista ficou admirada com minha historia profissional e sugeriu que colocasse em livro. Como já existia em mim esta vontade, meio que foi "juntar a fome com a vontade de comer". Era um desejo meu dividir com as pessoas que vender é uma arte, uma habilidade adquirida com muito treino e muita capacitação. O grande "tesão" de escrever o livro foi, mostrar para às pessoas a ciências das vendas. O que tem por trás de ser um vendedor. Essa é a grande mensagem do meu livro.

(Bruaca) - Como foi o processo até a decisão de colocar tudo em livro?

(Ramon) - Foi rápido. Quando decidi realmente que o livro era um fato, em cincos meses  ele já estava pronto.

(Bruaca) - Então o livro foi feito a duas mãos? Como foi essa experiência?

(Ramon) - Foi sim. Como sou muito imperativo (haha), concordamos que seria melhor assim.  A experiência foi maravilhosa. Nos encontrava-nos duas a três horas por semana e, na ocasião ela gravava nossas conversas. Era o momento onde eu a orientava de como eu queria cada capítulo. Ficou perfeito, tanto que, quem leu diz que escuta minha voz (haha).

(Bruaca) - E o que podemos esperar dele? fale um pouco sobre sua obra.

(Ramon) - Saí de uma sociedade totalmente quebrado, sem dinheiro... Esta sala onde estamos, só tinha o aluguel do primeiro mês. Estava desesperado, procurando de alguma forma uma solução. E por mais que buscasse não encontrava. Sou por natureza alguém de muita fé e, foi neste momento de muito desespero que por providencia, me veio a mente  a seguinte frase "Você só precisa do seu telefone, porque você tem a maior competência do mundo, que é ser vendedor". Nesse momento despertou em mim um gatilho. Eu estava me sabotando. E no livro eu trabalho fortemente esta questão de identidade, do sim sou vendedor!. Que em meu caso tinha, mas havia negado. E o livro vem com ferramentas, que vão mostrar a todos, SIM SOU VENDEDOR!.

(Bruaca) - Sobre planos para o futuro, à algo já em vista?

(Ramon) - O livro tem um ano e meio, e o próximo sera relacionado a este que terá o titulo "Vivendo em 2.0". E tem como objetivo viver em alta performance.

(Bruaca) - Alguns de nossos leitores estão em busca de recolocação profissional. Qual o recado que você deixaria pra eles?

(Ramon) - Na minha vida eu tive altos e baixos, pegava ônibus lotado. Só que eu tinha um objetivo claro a minha frente, que era crescer como profissional. E para que isso acontecesse não media esforços. Se você quer o emprego "tal" no local "tal" vá atrás dele, faça acontecer. E se entregue ao máximo. Além da capacitação constante. O grande diferencial hoje de quem almeja entrar no mercado,  é o grau de conhecimentos que ele tem, o quanto ele paga o preço, o quanto ele é curioso, o quanto ele lê blogs, livros.  Ele acorda cedo vai dormi tarde. O grau de engajamento que ele tem, porque isso ficará com ele. E isso que faz o diferencial hoje no mercado de trabalho.

(Bruaca) - Para terminar uma frase que lhe impacta.

(Ramon) - Você não será reconhecido pelo o que sabe nem pelo que conhece. Mas sim, pelo que você aplica e coloca em prática.






Design por Amanda
[ voltar para o topo ]