25 maio 2016

[Resenha] Extraordinário



Título: Extraordinário
Autora: R.J. Palacio
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Ano: 2013

Primeiro lugar da lista de best-sellers do The New York Times, eleito um dos melhores títulos YA de 2012 nos Estados Unidos, o premiado livro de estreia da americana R. J. Palacio traz à tona a luta contra o preconceito ao contar a história de um menino de 10 anos que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial.



August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.




August (ou Auggie para os mais íntimos haha) é um garoto normal, porém, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela foi uma deformidade  facial, que o faz passar por varias cirurgias e por ter saúde frágil ele não pode frequentar o colégio. Entretanto, a mãe de August acredita que era hora de enfrentar um novo desafio,  que é  hora dele frequentar uma escola regular e ter amigos (não que ele não tenha, mas alguns mudaram para outro lugar e poucos o visitam).
 Por mais que seus pais estivessem receosos com o que poderia acontecer, matricularam ele assim mesmo. O Diretor é muito gentil e fez de tudo para que ele fosse bem recebido. Em uma visita antes das aulas iniciarem, pediu para que três alunos o apresentasse a escola.  August já é bem acostumado com os olhares e a ignorar as expressões feitas pelas pessoas ao seu redor, no colégio ele enfrenta algumas dificuldades, já que alguns tem medo até mesmo de encostar nele ou em algo que ele toca. 
Auggie fez amigos no decorrer do livro. Summer é uma garota doce(ela é uma das crianças que o recebeu na visita) e Jack, que por mais que, más línguas falem o contrario, quer ser realmente amigo de Auggie. Os dois o ajudam a superar as dificuldades que ele enfrenta na escola, como o bullying e também em outras situações muito importantes. Toda a historia gira em torno de um garoto querendo mostrar para todos que é normal e que faz coisas normais, que é inteligente e super engraçado(e pode apostar que ele é, rsrs) e que não a diferença alguma entre eles. 
"Mamãe e papai também não me acham comum. Eles me acham extraordinário. Talvez a única pessoa no mundo que percebe o quanto sou comum seja eu."
Amei a escrita da autora, gostei de como foi divida, não temos só a visão de Auggie, temos a visão de seus amigos e de sua irma. R.J. Palacio descreve bem a visão de cada um sobre o assunto. Descobrimos como Olivia(irmã de Auggie), se sente sufocada pelo excesso de atenção que os pais depositam no irmão, mesmo amando muito o irmão ela se sente um pouco esquecida por eles. 
"Vamos criar uma nova regra de vida...Sempre tentar ser um pouco mais gentil que o necessário?"

Bem, "Extraordinário" é um livro maravilhoso e envolvente, indico para todas as idades. O livro deixa uma mensagem "clara" de carinho e bondade que acredito que deveria se espalhar pelo mundo, quem sabe assim podemos muda-lo. 





Design por Amanda
[ voltar para o topo ]